Maquiagem e a sua Imagem

Oi, pessoal! Hoje vou falar sobre técnicas de maquiagem e sobre imagem.

Há 20 anos atrás, quando comecei minha curiosidade juvenil pela maquiagem não se tinha tanta opções de produtos e pouco se sabia da forma de usar os poucos produtos existentes.

Os Anos 90

De fato, olhando para as fotos das atrizes do final da década de 90, as maquiagens eram mal acabadas e a falta de estética e harmonia prevaleciam.

Maquiagens dos anos 90

A internet estava no seu inicio, não existia os milhões de tutoriais e técnicas diferente sendo ensinadas extensivamente, muito pelo contrario. Tudo o que se sabia era praticando na própria face ou no “boca a boca” entre mães e filhas, amigas e vendedoras de farmácias.

Eu era ávida por novidades de maquiagem e cosméticos, mas quase nada chegava aqui no Brasil. Era preciso fuçar as prateleiras de farmácias e lojas especializadas para achar alguma novidade, e sempre com cores muito restritas e sem tecnologia.

Maquiagens dos anos 90

A Maquiagem Atual e as Infinitas Opções

O tempo passou e muita coisa mudou. Hoje temos uma quantidade infinita de opções, cores e técnicas. Mas qual seria a mais adequada para você no seu dia a dia? Qual maquiagem passa a imagem que você deseja/precisa com as técnicas e produtos atuais e em harmonia?

Um problema comum que vejo nas minhas aulas de auto-maquiagem é a falta de atualização das técnicas e produtos de maquiagem. É como se toda a rotina de maquiagem tivesse sido congelada no final dos anos 90 e a falta de estética prevalece.

De fato, uma pessoa que não tem tanto interesse pelo assunto e não se mantem atualizado das milhares de novidades, pode achar extremamente desanimador a quantidade de informações e produtos existentes no mercado. O resultado é a manutenção da rotina de sempre, que se torna antiquada.

Por Onde Começar?

Em vários dos meus atendimentos de automaquiagem, percebi uma rotina de make que criava uma tela em branco no rosto (base, corretivo e pó) para depois devolver alguma cor (batom, delineado, rimel e blush). Mas a cor era devolvida de forma antiquada e exagerada, muitas me lembram a Lucy de I Love Lucy, que é um programa dos anos 50, vejam só!

A atriz Lucille Ball caracterizada de Lucy do seriado I Love Lucy.

O Depois e o Antes

A foto abaixo é a reprodução de uma foto enviada por uma cliente que mostrava sua maquiagem antes da aula de maquiagem comigo e depois, com as novas técnicas aprendidas. Inclusive tentei reproduzir o delineado com falhas.

Essa sou eu com duas maquiagens distintas.

Do lado A, temos uma maquiagem mais atual e em harmonia. Nos olhos coloquei dois tons de sombras para dar profundidade, fazendo um leve contorno na raiz dos cilios inferiores. A sobrancelha é apenas levemente corrigida das falhas. O batom é um nude rosado com cores que fazem harmonia entre si. Fiz um pequeno contorno na testa, coloquei iluminador na maçã do rosto e o blush é aplicado de forma leve nas bochechas esfumando.

Do lado B, temos uma rotina antiquada, com um delineado preto e sem profundidade no olho. Coloquei uma sobrancelha mais marcada. O blush também está mais marcado do que deveria. O batom é muito forte para a maquiagem como um todo. Tudo chama atenção de uma maneira negativa. Mas é uma maquiagem que eu ainda vejo muito no dia a dia.

O Caso de uma Cliente

No caso da minha cliente (e de várias outras mullheres), sua maquiagem estava congelada nos anos 90. Ela passava filtro solar com uma cor e acabamento inadequada para sua pele (deixando a pele envelhecida e pesada), corretivo de uma cor muito clara para ela e pó selando todo o rosto. Para devolver a cor, colocava um batom bem vermelho e fazia um delineado.

Segundo seu relato, a mudança gerou um impacto super positivo no seu ambiente de trabalho. A imagem que ela passava era de uma funcionária rígida e ultrapassada (maquiagem B).

A atualização do seu visual e da rotina de maquiagem veio junto com uma promoção e seu objetivo de se tornar uma líder mais acessível estava sendo construído de fora para dentro com a Consultoria de Imagem.

Uma maquiagem muito marcada ou extravagante (especialmente se usada diariamente e em ambiente de trabalho) gera um afastamento, passa a imagem de pessoa desatualizada ou severa.

Já uma maquiagem em harmonia passa a imagem de uma pessoa em paz, de pessoa confiante que sabe o que faz. Ela aproxima e aconchega.

O que falta? Atualização!

Note que aqui não estamos falando de cor. Ambas as cores estão adequadas para o meu tom de pele, mas a forma de combinar as cores e as técnicas utilizadas para cada item variam muito.

Um detalhe importante é que fiz essa maquiagem com a mesma preparação do rosto (base, corretivo e pó). O objetivo era identificar as diferenças na forma de “devolver” a cor e profundidade ao rosto.

A rotina que eu criei junto com a minha cliente levou o mesmo tempo que ela já levava para se maquiar. Não adianta criar uma rotina impossível para a pessoa realizar no dia a dia, mas tem que estar de acordo com a imagem que quer passar e sempre em harmonia.

A Consultoria de Imagem

Costumo dizer que a Consultoria de Imagem é uma terapia às avessas. Enquanto na terapia tratamos de dentro para fora, na Consultoria o tratamento é de fora para dentro.

Espero que tenham gostado do artigo de hoje. Qualquer dúvida e orçamentos, estou a disposição.

Chrissie Brown: A Pele Oliva

Hoje vim falar da transformação de Chrissie Brown!

Quando Chrissie me procurou sua maior queixa era a dificuldade de encontrar cores de roupa e maquiagem que ela se sentisse bonita.

Isso é muito comum quando a gente não se encontra com nossa coloração e estilo.

Chrissie é modelo, mas antes de conhecer suas cores estava com poucos trabalhos.

Chrissie relatou que sempre usou tons vibrantes e claros. Era assim que sua mãe a vestia enquanto criança e ela manteve o hábito na vida adulta.

A mãe de Chrissie chama-se Lilian e ela resolveu fazer Análise Cromática também.

O que descobrimos? Lilian tinha uma coloração clara e vibrante (primavera intensa), enquanto sua filha Chrissie uma coloração escura e mais sóbria: Inverno Escuro.

A Pele Oliva

Chrissie é um exemplo de pele oliva! De mãe branca e pai negro, Chrissie tem uma combinação de cores únicas! Embora sua pele aparente ser quente (fundo amarelado), ela se ilumina com os tons frios (fundo rosado, azulado) e escuros!

A Descoberta das Coloração

Ao descobrir suas cores, Chrissie passou a se maquiar e se vestir de acordo com com a sua coloração pessoal e conseguiu varios trabalhos incríveis!

Na sua maquiagem, ela começou a trabalhar melhor o contorno e a sombra e levar em conta as suas lindas feições.

O Resultado já é de imaginar! Chrissie está um arraso! Se sente linda todos os dias, está prosperando em sua vida profissional e não poderia estar mais feliz!

Observação: esse artigo trata-se apenas de uma brincadeira para exemplificar como a Análise Cromática pode impactar na sua vida, escolhas e auto-estima, além de ser uma forma interessante e lúdica de autoconhecimento!

A Consultoria de Suzy Auburn

Hoje vamos falar do #antesedepois de uma cliente muito especial! A Suzy Auburn veio a mim com a seguinte questão: “Sou uma profissional excelente na minha área, mas não me sinto respeitada. Queria passar uma imagem mais madura e sofisticada.”

Essa é uma questão comum entre mulheres em torno dos seus 30 e 40 anos.

Foto de Suzy antes da Consultoria

Meu diagnóstico para Suzy foi realizar uma Consultoria de Imagem Completa que inclui:

⁃ Análise Cromática

⁃ Análise do Tipo Fisico e Visagismo;

⁃ Avaliação do Estilo Pessoal;

⁃ Closet cleaning (seleção e descarte dos itens do armário);

⁃ Personal Shopping

⁃ Montagem de Looks

⁃ Aula de Automaquiagem

Suzy estava ansiosa e desejando mudanças em sua vida! Ao obter informações sobre si mesma e aprender como realçar a própria beleza, Suzy se tornou mais confiante e segura!

Hoje vou falar sobre algumas das etapas da Consultoria de Suzy! Vamos lá?

Análise Cromática

Ao realizar a Análise Cromática descobri que Suzy Auburn tem a pele neutra quente e sua cartela de cores é Outono Suave.

Verificamos então que seus cabelos não estavam com a coloração adequada para o seu tipo de pele.

Suzy é ruiva natural, mas tinge seu cabelo com outro tom de ruivo desde os 17 anos quando entrou para a faculdade.

O primeiro passo foi ajustar a cor de seus cabelos! O ruivo de antes tinha um subtom frio. Era uma cor muito fantasia e juvenil para Suzy.

A solução foi deixar o tom desbotar e fazer uma coloração mais próxima do seu natural. O resultado foi um tom mais adequado para o seu momento de vida, tom de pele e objetivo de imagem.

Visagismo

Na Análise Facial, verifiquei que Suzy tem um rosto do tipo Coração. Suzy sempre achou sua testa um pouco larga e usa franja desde adolescente.

Isso faz com que seu rosto se torne mais curto e sua aparência fique infantilizada. A testa simboliza o intelecto. Quando a testa é inteiramente coberta, a imagem que fica é que o intelecto não importa.

Para deixar o visual de Suzy mais maduro e de acordo com o seu formato de face e objetivo de imagem, a sugestão foi deixar a franja crescer e manter o cabelo mais fio reto. O ideal seria que Suzy cortasse um pouco do comprimento dos cabelos. Mas as mudanças já foram muitas e ela quis manter os fios mais longos.

Para cobrir a testa apenas parcialmente a sugestão foi que Suzy usasse seus cabelos de lado. Assim ela se sentiria mais confortável e segura.

Revitalização do Armário

Ao avaliar o armário de Suzy, verifiquei que a maior parte de suas peças eram bem antigas. Peças que ela usava na época da faculdade.

As cores, o estilo e caimento das roupas de Suzy já não tinham a ver com a mulher independente e profissional bem sucedida que se tornara.

Avaliamos item a item, descartando (para doação) o que não fazia mais sentido para Suzy e seu objetivo de imagem.

Personal Shopping

Essa é a etapa que Suzy mais esperava: Renovar o guarda-roupa!

Levei Suzy em lojas que ela não conhecia pois tinha receio de entrar! Ela ficou impressionada como faz diferença comprar itens com cor e modelagem adequadas para o seu tipo físico e coloração.

Automaquiagem

Na aula de automaquiagem Suzy me contou que se maquiava todos os dias, mas não se sentia segura com as cores que usava nem a forma que aplicava.

De fato, a base que ela usava não estava adequada ao seu tom de pele. Para verificar isso basta observar a diferença de tom entre o rosto e o colo. Ela ainda usava batons muito frios e claros o que deixava a maquiagem pouco harmônica.

Suzy aprendeu a fazer dois tipos de maquiagem: uma pro dia a dia e outra para eventos.

Conheceu as cores que mais harmonizam com sua coloração e realçam sua beleza.

Mudanças

Realizar a Consultoria de Imagem de Suzy Auburn foi extremamente satisfatório e ela ficou muito feliz com as mudanças em sua vida. Hoje se sente mais confiante, bonita, poderosa e segura. You Go Girl!

————–

Brincadeiras a parte, esse artigo descreve algumas partes de como é a experiência e as possíveis mudanças para quem realiza a Consultoria de Imagem completa.

Espero que tenham gostado da brincadeira lúdica e qualquer dúvida, não hesite em entrar em contato!

Um estudo de Charlize

Em fevereiro de 2019, a atriz Charlize Theron surpreendeu a todos aparecendo com cabelos escuros nos eventos do Academy Awards (Oscar).

Ao escurecer seus cabelos, Charlize aumentou o seu contraste (clique aqui para entender melhor), passando de baixo para alto.

Ter alto contraste é ótimo, pois permite ousar mais nas estampas, batons e acessórios. Porém, aumentar (ou reduzir) o seu contraste natural, nem sempre é uma boa aposta. Alias, quando se fala de contraste, o ideal (e aqui estou generalizando) é sempre manter seu contraste natural.

Mas vamos as análises de Charlize.

O Contraste Natural

Vamos observar a foto abaixo, datada de 1982, quando a pequena Charlize tinha apenas 7 anos.

b085ef24013e2399adab86ea566d5799

Como a maioria das atrizes passam por muitas mudanças capilares, a melhor forma de se saber qual é o tom natural (ou o mais próximo) dos cabelos de alguém é observado uma foto de criança, mesmo sabendo que os cabelos podem escurecer com o passar dos anos.

Nessa foto de Charlize podemos observar um contraste médio/baixo, com as pontas dos cabelos bem clarinhas! Ou seja, ter contraste médio/baixo é da natureza da coloração da atriz.

E Charlize cresceu

Na maior parte da sua vida adulta, pelo menos enquanto celebridade, Charlize sempre apareceu com seus cabelos loiros, loiros de várias profundidades (mais claros e mais escuros).

Isso fez com que nós, meros observadores de sua beleza, ficássemos acostumados a vê-la com seus cabelos loiros com baixo contraste.

Mas será que é só isso mesmo? Seguimos!

O Alto Contraste

De fato, no primeiro momento, quando Charlize apareceu com seus cabelos castanhos bem escuros, o costume de vê-la com cabelos claros pode ter causado um estranhamento imediato.

Mas, Charlize já tinha aparecido com tons de cabelos mais escuros em 2005 e o estranhamento não foi tanto.

A Pele Esfria

Quando observamos a foto da esquerda, datada de 2005, percebemos uma Charlize com tom de pele mais bronzeado e bastante pele a amostra (e mais nova, claro).

Porém, ao envelhecer muitas pessoas passam por um “esfriamento” dos seus subtons de pele, a pele pode ficar mais pálida.

Na foto da direita, datada de 2019, vemos uma Charlize, de fato, mais pálida. Essa palidez pode ser do “esfriamento” do subtom, das luzes das fotos, da maquiagem e, simplesmente, por que ela parou de tomar sol!

De qualquer forma, a cor escura em seus cabelos não é o que mais a valoriza, como vamos ver a seguir.

O Tom Ideal

O primeiro passo para encontrar o tom ideal para quem vai mudar o tom natural é o seu gosto pessoal.

Se Charlize (ou você) quiser manter seus cabelos castanhos, existe um tom ideal de castanho. No caso de querer manter os cabelos mais claros devemos, da mesma forma, encontrar o tom ideal de loiro. E sempre levando em consideração o contraste!

A Íris de Charlize

Uma das formas de entender a coloração pessoal de alguém é analisando as diferentes cores dentro da íris dos olhos dessa pessoa.

eyes

Charlize tem olhos claros acinzentados. Dependendo da foto puxa pro verde ou pro azul, mas uma coisa é certa: o tom avelã (hazel) com fundo marrom amarelado está presente em sua íris.

E o que isso quer dizer? Copiar a cor dos olhos em nossos cabelos e roupas é sempre um tiro certeiro! No caso de Charlize, o tom mais escuro que ela deveria utilizar em seus cabelos deveria ser o tom hazel, mais especificamente, um Pantone 2472.

Edits da Val

É claro que eu, mesmo com meus recursos limitados de conhecimento de edição de imagem, tentei modificar o tom do cabelo da Charlize para se aproximar ao tom mais escuro que ela poderia ter.

cabelo

O resultado dessa modificação é uma aparência mais leve e suave. Todavia, Charlize tem uma pele neutra quente e viva. O tom do vestido deixou ela abatida, por ser muito frio e opaco.

Um vestido que aparecesse mais pele ou de tom mais quente e luminoso deixaria a aparência dela mais bonita e interessante!

IMG_1474

Charlize, tá linda assim: tom quente e cabelos mais claros! Mas ainda prefiro Charlize loira: sua pele fica mais iluminada e sem modificar o seu contraste natural. E o loiro, é claro, também tem que ter tom certo. No caso dela, um loiro neutro com fundo levemente amarelado (quente).

Observação: Todas as análises realizadas aqui são apenas inferências para fins de exercício baseadas em fotos que podem ter tratamento e luz inadequada.

Outras Análises

Se quiserem saber mais sobre Análise Cromática e coloração pessoal, leiam os artigos abaixo. Qualquer dúvidas, entrem em contato.

O que é e como é feita a Análise Cromática?

Qual o seu nível de contraste? 

Batons – a serie: Episódio Contraste

Batons – a serie: Episódio Temperatura

 

 

 

Batons – A Série: Episódio Temperatura.

No episódio de hoje vamos falar sobre temperatura das cores dos nossos batons!

Batom é aquela história, quando a gente começa a usar e passa a se gostar de batom, não quer mais largar! Mas tem muitas mulheres que se sentem desconfortáveis usando batons. Isso pode acontecer por dois motivos: não faz parte do seu estilo de vida (não gosta) ou, ainda mais comum, não encontrou as cores certas!

E quais seriam as tais cores certas? Bem, quem vai dizer isso é a sua coloração pessoal!

Na análise cromática (clique aqui para saber mais) uma das avaliações que realizamos é a análise da temperatura da pele, que pode ser Quente, Fria ou Neutra. Saber qual a sua temperatura de pele, assim como saber o seu nível de contraste, ajuda a saber com precisão quais tons (e temperaturas) de batons que ficam melhor com a sua pele.

Vamos a Prática!

Para ilustrar, selecionei alguns batons do meu acervo. Como tenho pele neutra fria, selecionei batons frios e vibrantes, como podemos ver abaixo.

img_1891

Perguntei lá no Instagram qual era a característica em comum entre as cores desses batons e a maioria respondeu FRIO! Oba! Mas além disso são Vibrantes, ou seja, as cores são Vivas!

E o que isso significa? Significa que para usar esses tons de fúcsia e ficar maravilhosa, a pessoa deve ter a pele FRIA (ou neutra fria, mas isso é assunto para outro dia) e VIVA (a pele deve aguentar tons saturados)!

Por isso muita gente fala: “acho lindo esse batom em você, mas não fica bem em mim!”. Embora muitas vezes frases como essas são usadas em tom de desdém, elas guardam uma verdade: nem todo tom de batom é para todo mundo!

A Cor de Gisele

No último de artigo da serie de batons, usamos a musa Gisele Bündchen como exemplo. E para ilustrar a temperatura dos vamos novamente observar a übermodel!

 Na foto acima, temos Gisele com batons em tons quentes, perfeitos para ela, pois harmonizam com a sua coloração pessoal (e nível de contraste).

Já na foto acima, temos a nossa Gisele com batons frios que fogem da sua coloração pessoal.

Muita gente, ao usar tons inadequados para a sua coloração pessoal relatam que se “sentem igual uma palhaça”. Essa sensação acontece justamente por que a cor do batom “chega antes” da pessoa!

O meu tom

Já pessoas como eu, com pele neutra fria ou fria (e viva), os tons dos batons frios harmonizam com minha coloração pessoal.

Porém, quando se trata de batom, o gosto pessoal conta muito! Mesmo tendo a pele neutra fria, eu poderia usar tons nudes (ligeiramente rosados) e menos chamativos. Mas eu gosto de tons vibrantes e combinam com a minha personalidade!