A Consultoria de Suzy Auburn

Hoje vamos falar do #antesedepois de uma cliente muito especial! A Suzy Auburn veio a mim com a seguinte questão: “Sou uma profissional excelente na minha área, mas não me sinto respeitada. Queria passar uma imagem mais madura e sofisticada.”

Essa é uma questão comum entre mulheres em torno dos seus 30 e 40 anos.

Foto de Suzy antes da Consultoria

Meu diagnóstico para Suzy foi realizar uma Consultoria de Imagem Completa que inclui:

⁃ Análise Cromática

⁃ Análise do Tipo Fisico e Visagismo;

⁃ Avaliação do Estilo Pessoal;

⁃ Closet cleaning (seleção e descarte dos itens do armário);

⁃ Personal Shopping

⁃ Montagem de Looks

⁃ Aula de Automaquiagem

Suzy estava ansiosa e desejando mudanças em sua vida! Ao obter informações sobre si mesma e aprender como realçar a própria beleza, Suzy se tornou mais confiante e segura!

Hoje vou falar sobre algumas das etapas da Consultoria de Suzy! Vamos lá?

Análise Cromática

Ao realizar a Análise Cromática descobri que Suzy Auburn tem a pele neutra quente e sua cartela de cores é Outono Suave.

Verificamos então que seus cabelos não estavam com a coloração adequada para o seu tipo de pele.

Suzy é ruiva natural, mas tinge seu cabelo com outro tom de ruivo desde os 17 anos quando entrou para a faculdade.

O primeiro passo foi ajustar a cor de seus cabelos! O ruivo de antes tinha um subtom frio. Era uma cor muito fantasia e juvenil para Suzy.

A solução foi deixar o tom desbotar e fazer uma coloração mais próxima do seu natural. O resultado foi um tom mais adequado para o seu momento de vida, tom de pele e objetivo de imagem.

Visagismo

Na Análise Facial, verifiquei que Suzy tem um rosto do tipo Coração. Suzy sempre achou sua testa um pouco larga e usa franja desde adolescente.

Isso faz com que seu rosto se torne mais curto e sua aparência fique infantilizada. A testa simboliza o intelecto. Quando a testa é inteiramente coberta, a imagem que fica é que o intelecto não importa.

Para deixar o visual de Suzy mais maduro e de acordo com o seu formato de face e objetivo de imagem, a sugestão foi deixar a franja crescer e manter o cabelo mais fio reto. O ideal seria que Suzy cortasse um pouco do comprimento dos cabelos. Mas as mudanças já foram muitas e ela quis manter os fios mais longos.

Para cobrir a testa apenas parcialmente a sugestão foi que Suzy usasse seus cabelos de lado. Assim ela se sentiria mais confortável e segura.

Revitalização do Armário

Ao avaliar o armário de Suzy, verifiquei que a maior parte de suas peças eram bem antigas. Peças que ela usava na época da faculdade.

As cores, o estilo e caimento das roupas de Suzy já não tinham a ver com a mulher independente e profissional bem sucedida que se tornara.

Avaliamos item a item, descartando (para doação) o que não fazia mais sentido para Suzy e seu objetivo de imagem.

Personal Shopping

Essa é a etapa que Suzy mais esperava: Renovar o guarda-roupa!

Levei Suzy em lojas que ela não conhecia pois tinha receio de entrar! Ela ficou impressionada como faz diferença comprar itens com cor e modelagem adequadas para o seu tipo físico e coloração.

Automaquiagem

Na aula de automaquiagem Suzy me contou que se maquiava todos os dias, mas não se sentia segura com as cores que usava nem a forma que aplicava.

De fato, a base que ela usava não estava adequada ao seu tom de pele. Para verificar isso basta observar a diferença de tom entre o rosto e o colo. Ela ainda usava batons muito frios e claros o que deixava a maquiagem pouco harmônica.

Suzy aprendeu a fazer dois tipos de maquiagem: uma pro dia a dia e outra para eventos.

Conheceu as cores que mais harmonizam com sua coloração e realçam sua beleza.

Mudanças

Realizar a Consultoria de Imagem de Suzy Auburn foi extremamente satisfatório e ela ficou muito feliz com as mudanças em sua vida. Hoje se sente mais confiante, bonita, poderosa e segura. You Go Girl!

————–

Brincadeiras a parte, esse artigo descreve algumas partes de como é a experiência e as possíveis mudanças para quem realiza a Consultoria de Imagem completa.

Espero que tenham gostado da brincadeira lúdica e qualquer dúvida, não hesite em entrar em contato!

Sobre Cabelos Brancos!

Há dois anos, minha mãe resolveu que iria usar seus cabelos brancos, o mais natural possível.

O primeiro passo foi ficar loira, com o tom mais claro que conseguiu. Conforme a raiz aparecia, ela fazia algumas luzes (nos fios que ainda estavam escuros) e passava totalizantes para igualar o tom.

Essa foto é do dia do meu casamento, em agosto de 2015, em um dos últimos momentos que estava loira.

Eu sempre dei força e sabia que ficaria linda com cabelos brancos também.

De fato, sua pele clara de tom neutro permite usar tanto tons loiros dourados (pérola) quanto tons acinzentados (prata). O processo foi longo e ela quis desistir algumas vezes, mas em algum momento há aproximadamente dois anos atrás seus cabelos ficaram brancos!

Críticas

As críticas foram as primeiras a surgir: “pinta isso”, “tá mais velha”. E, por vezes, as críticas incomodaram. Mas nós a apoiamos, aquilo a deixaria mais feliz (e mais gata impossível). Então, ela se manteve forte, fincou o pé e foi fundo.

Acredito que as pessoas que criticam uma decisão pessoal (e tão certeira) quanto essa são as primeiras a não aceitar o seu próprio envelhecimento. Tudo bem você não querer deixar seus próprios cabelos brancos, mas criticar outras pessoas simplesmente por que você não se vê fazendo é errado e pode magoar! Até por que a forma que se critica faz muita diferença!

Por sorte, com o passar do tempo, os cabelos brancos dela começaram a render muito mais elogios do que críticas, como no dia da foto abaixo, que foi surpreendida por uma pessoa desconhecida num restaurante para falar como estava linda e elegante com os cabelos brancos.

Sim, ela ficou maravilhosa e está adorando seus cabelos brancos, mas o importante é saber que essa foi uma escolha pessoal e que, a qualquer momento, ela pode voltar atrás, se isso for de seu interesse.

Preparação e Cuidados

Ao contrário do que a maioria pensa, os cabelos brancos também precisam de muitos cuidados.

Um corte bem feito e de acordo com o formato do seu rosto é um começo.

A análise cromática ajuda a identificar os tons de branco que mais combinam com o tom da sua pele.

A identificação do seu nível de contraste te ajuda a saber quais as estampas que ficam melhor em você e como a mudança para o cabelo branco pode afetar a escolha da roupa.

Em termos gerais, deixar os cabelos inteiramente brancos, pode aumentar o seu nível de contraste (pessoas negras) ou diminuir (pessoas brancas). Sabendo disso, antes das mudanças, você já aprende as técnicas e artifícios para usar algumas roupas que ficavam boas antes e, hoje, nem tanto.

Além disso, tem a questão de manutenção do tom dos fios. É preciso usar cremes capilares (tipo leave in) com filtro solar, shampoos totalizantes e matizadores específicos.

Quero assumir os brancos, o que fazer?

Se você também pretende deixar seus cabelos brancos, tenho um serviço específico para você que inclui: análise cromática, contraste pessoal, visagismo e tipo físico, avaliação das estampas, teste de cor de maquiagem e consultoria de profissionais e produtos.

Com esses serviços vamos conhecer sua coloração pessoal e traçar uma estratégia para que você realize o sonho de ter um cabelo branco estiloso e saiba usar suas cores em seu favor.

Para mais informações, entre em contato por e-mail (contato@valquiriaelissa.com.br) ou clique aqui, vai ser um prazer te atender.

Batons – A Série: Episódio Contraste.

No episódio de estreia de Batons: A Série, vamos falar mais uma vez de Contraste (diferença entre as cores de pele, cabelo e olhos).

Ficou perdida? Não sabe o que é contraste? Clique aqui e leia esse artigo.

O nosso contraste nos revela como podemos usar as cores, independente da sua cartela de coloração pessoal (clique aqui) e do seu subtom de pele (fria, quente ou neutra), o seu contraste, por si só, irá te ajudar a escolher estampas e cores do batom.

Como assim?

Pessoas de alto contraste “aceitam” mais cores destacantes, enquanto pessoas de baixo contraste “se apagam” com cores em destaque.

Vamos ao nosso caso prático com Gisele Bundchen e Anne Hathaway?

Gisele Bundchen

Como vimos no artigo sobre contraste, Gisele Bundchen tem contraste BAIXO, certo? Certo. Agora olhem para as fotos abaixo:

Na maioria das vezes, Gisele aparece com batons em tons claros, nudes e cor de boca. Esses tons são os que harmonizam com o seu contraste. Um tom muito escuro, chamaria mais atenção do que ela e, para ela, esse não é objetivo.

Mas consegui pegar algumas fotos de Gisele com batons em tons mais fortes. Aqui não estamos analisando a temperatura (quente, frio, neutro) das cores, apenas a questão dos contrastes, ok?

Nessa foto, Gisele está com um batom vermelho vivo e está linda. Mas por que ela ficou bem? Por que ela criou um contraste para dar vida e harmonizar com o batom. Ela está com um penteado com os cabelos presos e com efeito molhado, o que escurece o cabelo. Ao “escurecer” os cabelo, ela criou um contraste maior. Fazendo isso, foi possível usar um vestido preto fechado na gola (possivelmente fora da cartela dela) e para combinar com o novo contraste, um batom vermelho.

Ou seja, contraste pede contraste.

Nessa outra foto, para a propaganda de uma nova linha de maquiagem do Boticário, Gisele aparece com batom vinho roxeado. E ficou bom? Sim! Perceba que os cabelos dela estão visivelmente mais escuros, de forma que o contraste está adequado. Se a foto não tivesse sido tratada e Gisele aparecesse com seus cabelos loiríssimos e dourados da cor de sua pele, colocando esse batom escuro, ela sumiria, geraria um incômodo visual.

Nessa ultima foto, temos Gisele no ano 2000. Seus cabelos tinham mais contraste (raiz mais escura e pontas mais claras). Ela aparece com um batom vermelho quente lindíssimo. Nessa época, mesmo ela já tendo mais contraste, a maquiagem do olho com esse gatinho preto, criou ainda mais contraste. Ficou belíssima!

Anne Hathaway

Anne Hathaway tem alto contraste (quando não pinta o cabelo) e, por isso, abusa dos batons mais coloridos (vermelhos, rosas).

Mas isso não quer dizer que ela tem que sempre usar batom colorido. Pessoas de alto contraste também ficam bem com batom nudes, claros e cor de boca. É mais fácil para uma pessoa de alto contraste ficar bem com batons de cores diferentes.

E as de médio contraste?

As de medio contraste devem ser vistas caso a caso. Porém, se você ficou na dúvida, siga as orientações das pessoas de baixo contraste. É mais garantido.

Uma Observação Importante

O objetivo dessa serie de artigos sobre batons é para quem tem dificuldades de usar batons coloridos, por que não se sente confortável ou bonita. É a visão sobre batons, cores e contrastes dentro da Consultoria de Imagem.

Se você usa batom de forma contraria o que está aqui, se sente bonita e confiante. É isso o que vale! Bem-estar e auto-estima sempre!

Espero que tenham gostado!

Se ainda tiverem dúvidas, comentem ou entrem em contato!

Qual o seu Nível de Contraste?

Olá!!!

Hoje vamos falar sobre contrastes na nossa coloração pessoal!

Existem três níveis de contrastes em relação a profundidade da cor: Alto Contraste, Médio Contraste e Baixo Contraste.

Para avaliarmos o nível de contraste de uma pessoa, devemos observar a diferença da cor dos cabelos, olhos e pele.

Na foto acima selecionei 3 celebridades cada uma com um nivel de contraste diferente. Você consegue identificar qual é qual?

Aqui estamos falando apenas de contraste! Selecionei propositalmente essas três mulheres pois elas não só possuem níveis de contrastes diferentes como temperaturas de pele diferentes, mas isso é assunto para outro dia.

A Avaliação

Em algumas pessoas, a identificação do nivel de contraste é mais facil, mas para outras a análise deve ser feita com mais cuidado.

E como é feita essa análise? O primeiro passo é tirar uma foto da pessoa e passar a foto para Preto e Branco. A foto deve ser sem maquiagem e correções, mas aqui peguei essas do Google para fins de exercício.

Em seguida, obtemos amostras pontuais da cor dos cabelos, pele, olhos, sobrancelha da pessoa analisada. E enfim, analisamos a diferença entre a profundidade dessas amostras.

Vejam abaixo a avaliação das celebridades selecionadas.

Ficou mais fácil saber quem é alto, baixo e médio contraste? Facilita muito, não é mesmo?

Reese Witherspoon é Médio Contraste. Anne Hathaway é alto contraste. Gisele Bundchen é Baixo Contraste.

Conseguem perceber que a diferença da amostra das cores da Gisele é menor que a de Reese? E, por sua vez, a diferença das cores das amostras de Anne são maiores que as cores de Reese e Gisele.

Mas para quê avaliar o contraste?

O objetivo da avaliação do contraste é observar as estampas e quebras de cores na qual uma pessoa fica bem ou não.

Ou seja, pessoas com alto contraste ficam bem e “podem” usar estampas de alto contraste. Já pessoas com medio/baixo contraste devem usar estampas e quebras de cores mais sutis, menos contrastantes.

Observe o exemplo abaixo

O vestido de Reese tem alto contraste e acaba chamando mais atenção do que ela. Olhe novamente, seu olhar acaba sendo direcionado para o vestido e não para a mulher.

Agora observem Anne: iluminada e magnífica. Como a estampa “imita” o contraste da coloração de Anne, quem aparece é ela, não o vestido. Perceberam?

Não é só o nível de contraste que define o tipo de estampas que podemos usar, nosso tipo fisico, cartela de coloração pessoal e imagem que queremos passar também tem grandes influências.

Mudanças de contrastes

Quando mudamos a cor dos cabelos, podemos estar mudando nosso nível de contraste. Mas mudar o nível de contraste é ruim ou bom? Depende!

Na teoria, a nossa cor natural de cabelo é sempre a que nos garante um nível de contraste melhor. Entao, a princípio, mudar o nível de contraste, seria ruim. Mas, como toda regra, existem exceções e essas devem ser analisadas caso a caso, considerando também a imagem que queremos passar.

Além disso, outros fatores devem ser avaliados, em relação a nossa coloração pessoal, quando realizamos mudanças capilares, como o seu tom de pele (neutro, frio ou quente).

* * *

Por hoje é isso! Gostaram? Conseguiram identificar o seu nível de contraste?

Em defesa das Duquesas

No último sábado (14 de Julho) foi a final feminina de tênis em Wimbledon. Mas o que deu o que falar foram as duquesas cunhadas Kate Middleton e Meghan Markle, que foram vistas pela primeira vez juntas.

Foram muitos comentários a respeito de seus looks e, infelizmente, muitas comparações entre elas. Não entendo por que as pessoas tem o habito de ter que falar mal de uma pessoa para elogiar a outra. Isso não faz sentido!

Todos nós somos tão diferentes. Momento de vida, estilo, papéis sociais, trabalho… Tudo isso influencia quem a gente é e como a gente se veste e se comporta.

Diminuir uma pessoa para elogiar a outra é a pior forma de elogio que existe, é a forma de elogio de quem não tem argumentos.

IMG_8736
Olha que feio! Publicado justamente por um instagram que deveria entender sobre estilo, adequação e momento de vida.

Na moda, e principalmente na Consultoria de Imagem, não existe certo e errado, existe estar ou não Harmônico e Adequado. Isso é o mais importante.

Dito isso, vamos a analise de looks!

Meghan Markle

Meghan está casada há 2 meses com o “Prince” Harry. Lembram dele? Esse mesmo! Aquele que sempre foi o mais descolado membro da família real. Aquele que sofreu menos pressões públicas/sociais por que não se tornará rei (a não ser que uma tragédia de grandes proporções aconteça).

Harry
Esse é o Harry que publicamente conhecemos. Sorriso solto e ar de quem não está ligando.

Toda essa introdução para dizer que Meghan tem mais liberdade nas suas escolhas de looks do que outros membros da familia real.

Meghan na visão da Consultoria de Imagem

Meghan tem o estilo clássico Contemporâneo associado ao estilo não-clássico Moderno.
Seu tipo físico é triângulo invertido com pouca cintura, ou seja, ombros um pouco mais largos que quadris.
Meghan
Look de Wimbledon
Adequado ao ambiente: sim.
Harmônico: sim.
Adequado ao tipo físico: sim. Ela usou uma pantalona branca na parte de baixo, o que amplia e dá mais volume na parte inferior. Usou uma camisa de listras verticais e gola V, o que alonga e disfarça os ombros.

Kate Middleton

Kate será rainha e já está se adaptando para a função.

Kate é mãe de três filhos e por mais que tenha muito ajuda na criação dos filhos, ser mãe muda a pessoa. Muda seu estilo, muda suas prioridades.

Kate na visão da Consultoria da Imagem

Seu estilo clássico é o Tradicional e o não-clássico é o Romântico/Feminino. Ela está sempre impecável, harmônica e adequada.

Kate

Em Wimbledon não foi diferente. Adequada e harmônica..

Kate tem o tipo físico ampulheta, ou seja, ombros e quadris estão na mesma proporção e ela tem cintura fina (mesmo após 3 partos naturais).

Seu vestido chama atenção para os ombros e quadris, valorizando seu tipo físico.
Cores claras e cortes fluídos.

Não tenho certeza sobre o tom de branco que ela está usando está adequado ou não. Só fazendo uma Analise Cromática nela para saber! #quero

Comportamento

Kate é inglesa, de família tradicional e já está há 7 anos na função de Duquesa.
Ela sabe como se comportar em eventos oficiais. Está sempre sorrindo e estendendo a mão para cumprimentar.

Meghan é americana, seus hábitos e cultura já são diferentes. Está casada há apenas 2 meses e ainda se adaptando a vida de Duquesa com seus deveres reais.

Em Wimbledon vemos Kate mostrando a Meghan uma de suas novas funções como membro da família real.

Kate está mais a vontade, Meghan um pouco mais tensa, mas logo consegue relaxar.

final kate meghan

Comportamentos perfeitos e adequados para seus momentos pessoais e situacionais.

Conclusão:
As duas estavam ótimas, de acordo com seus estilos e momento de vida. Adequadas e harmônicas!